FumanchúWebRádio

fan page

Federação das Industrias do Estado do Piauí

Federação das Industrias do Estado do Piauí

terça-feira, 31 de maio de 2011

CELEBRIDADE.

A namoradinha de Justin Bieber 
 
Selena Gomez 

DIA MUNDIAL DE COMBATE AO TABAGISMO.

"Médicos estão despreparados para tratar tabagismo"

Eles resistem em aceitar o vício como doença e encaram o fumante com preconceito e descaso, aponta especialista do INCA

Lívia Machado, iG São Paulo


Foto: Getty Images 
Tabaco: consumo regular deve ser combatido como doença, diz especialista do INCA
Fuma quem quer, abandona o vício quem tem juízo.
A frase preconceituosa e pouco coerente com a realidade do tabagismo no cenário mundial, há decadas reconhecido pela Organização Mundial da Saúde como doença crônica, reflete o pensamento da maioria dos profissionais de saúde no Brasil, afirma Tânia Cavalcante, secretária executiva da Comissão Nacional para Implementação da Convenção-Quadro (CONIQ), ligada ao Instituto Nacional de Câncer (INCA).

Veja o perfil do fumante no País: O mapa da saúde dos brasileiros
Segundo a especialista, a visão retrógrada, calcada em estereótipos tão antigos quanto o cigarro, faz com que tais profissionais desconheçam as formas de tratamento da doença, que pode exigir acompanhamento psicológico e auxilio medicamentoso.
“Ainda temos uma visão equivocada em relação ao tabagismo. Os médicos desconhecem os tipos de tratamento, e definem o fumante como o sem-vergonha, aquele que está pouco interessado em tratar, abandonar a dependência do cigarro.”

Leia: 10 razões para você largar o cigarro agora
As razões para tal postura são múltiplas, aponta Tânia. Na visão da médica, com a tecnologia os profissionais minimizam o sucesso de tratamentos baseados na avaliação clínica e comportamental – habilidades menos técnicas, mais humanas.

“O atendimento ao tabagista pressupõe apoio, conversa, persuasão e acompanhamento. Não se resume em informar sobre os aspectos de doenças, do vício e os riscos à saúde. Em pacientes que apresentam maior nível de dependência, o cigarro pode inclusive mascarar problemas psiquiátricos.”


Durante o tratamento, é comum diagnosticar outras doenças associadas ao tabagismo. Muitos pacientes apresentam sintomas de depressão ao cortar a nicotina de suas vidas. Em casos mais gritantes, a abstinência pode ser gatilho para a esquizofrenia.

Leia: Cigarro pode matar 8 milhões até 2030
O espaço na formação de médicos também é limitado. Nas faculdades de medicina o tabagismo é pouco abordado em algumas disciplinas, ainda não é apresentado como doença, e a eficácia e alternativas para tratar tais dependentes tampouco é discutida em detalhes.

“Temos poucos profissionais preparados para esse tipo de abordagem. As lacunas também são educacionais”, afirma a secretária do CONIQ.

A entidade lançou nesta terça-feira, 31, dia Mundial Sem Tabaco, o portal Observatório da Política Nacional de Controle do Tabaco, site que reune todas informações sobre políticas públicas e os avanços da Convenção-Quadro para o Controle do Tabaco no Brasil.

Programa público
O descaso retroalimenta a ineficiência dos programas públicos de tratamento, oferecido pelo Ministério da Saúde, aos municípios interessados. O interesse deve partir dos secretários de Saúde. É papel de cada município informar ao Ministério a necessidade de atendimento a seus fumantes. A partir daí, o Governo oferece a capacitação dos profissionais, o material (cartilhas de apoio) e os medicamentos. A distribuição é feita trimestralmente.

A possibilidade de escolha dificulta o avanço do tratamento na rede pública. O Brasil conta com 30.135 mil unidades básicas de saúde em todo o País, mas apenas 1300 oferecem tratamento especializado ao fumante, revela Henrique Meirelles, pneumologista da Divisão de Controle de Tabagismo do Inca.

A expectativa para 2011 era alta. Em entrevista ao iG Saúde em junho de 2010, Meirelles projetou um avanço incoerente com o cenário atual. Na época, o número de unidades de saúde capacitadas para oferecer o programa de tratamento ao tabagista deveria triplicar, ultrapassando três mil postos. O serviço seria oferecido em 3313 unidades em todo o Brasil até o começo deste ano.

“Infelizmente vários municípios programados não iniciaram o atendimento. Portanto, chegamos a cerca de 1300 unidades de saúde atendendo em 863 municípios”, diz.

Iniciativas pontuais
Das 1300 unidades de saúde que oferecem atendimento ao tabagista, 25 estão localizadas em Maringá, no Paraná, sul do País. Rosangela Treichel Surita, diretora da Vigilância Sanitária da cidade, revela que o tabagismo entrou como prioridade na agenda pública em 2007, quando foi proibido fumar em ambientes coletivos – lei que entrou em vigor para o Estado somente em 2009.

Alerta: No Brasil, 26% estão expostos a cigarro 4 horas por dia
A procura da população pelo atendimento norteou o investimento em capacitação. Segundo Rosângela, até o final do ano a cidade terá 300 profissioanis, entre médicos, enfermeiros, psicólogos e auxiliares de enfermagem, capacitados para atender aos aspirantes a ex-fumantes.

“Todas as unidades de saúde estão aptas a tratar e medicar os tabagistas. Como a rotatividade dos profissionais nessa área é grande, nos esforçamos para capacitar com frequência, para que o atendimento não fique defasado temporariamente.”

Os resultados das iniciativas, porém, ainda não foram mensurados. A secretaria da saúde e a vigilância sanitária de Maringá não transformaram o projeto em censo.

“Sentimos que os resultados são positivos por conta da aprovação da sociedade e do crescimento da procura".

PRODUÇÃO.

Produção industrial recua 2,1% em abril, aponta IBGE

Do G1, em São Paulo

A produção industrial brasileira recuou 2,1% em abril, na comparação com o mês anterior, quando fora registrada leve alta de 0,5%, segundo pesquisa divulgada nesta terça-feira (31) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Na comparação com o mesmo período do ano anterior, foi verificada queda de 1,3% - segunda taxa negativa consecutiva nesse tipo de comparação. Nos últimos 12 meses, o indicador acumula alta de 5,4% - resultado positivo menos intenso desde junho de 2010 - e, no ano, aumento de 1,6%.

Na comparação mensal, a produção da indústria registrou redução em 13 dos 27 ramos de atividade pesquisados pelo IBGE. O destaque ficou com o setor de máquinas e equipamentos, cuja produção caiu 5,4% em abril, após quatro meses de crescimento, seguido por produtos de metal (-9,3%), veículos automotores (-2,8%), alimentos (-2,4%), máquinas, aparelhos e materiais elétricos (-7,6%) e refino de petróleo e produção de álcool (-1,4%).

Entre as atividades que aumentaram a produção, os setores que desempenharam papel positivo de maior influência foram farmacêutica (3,3%), indústrias extrativas (2,5%), fumo (20,6%), metalurgia básica (1,4%), equipamentos de instrumentação médico-hospitalares, ópticos e outros (6,6%) e outros produtos químicos (1,1%).

ELEIÇÃO.

Procurador Geral de Justiça renuncia; MP fará nova eleição

Antônio Gonçalves Vieira alegou problemas de saúde para renunciar. Novas eleições devem ocorrer em um mês.

Antônio Gonçalves Vieira renunciou nesta segunda-feira (30) ao cargo de Procurador Geral de Justiça. Ele alegou problemas de saúde, mas continua a exercer suas atividades como procurador Ministério Público do Piauí. 
Antônio Gonçalves Vieira

O procurador Alípio de Santana Ribeiro assume interinamente as funções. Na próxima quarta-feira, o colégio de procuradores deverá se reunir de forma extraordinária. Um edital para nova eleição será lançado. O pleito deve ocorrer em aproximadamente um mês. 

Antônio Vieira foi o mais votado nas eleições de 15 de outubro de 2010, seguido por Fernando Ferro e Alípio Ribeiro, que completaram a lista tríplice. No fim do mesmo mês, ele foi escolhido pelo governador Wilson Martins para o cargo, substituindo Augusto Cézar de Andrade.

Fábio Lima
fabiolima@cidadeverde.com

segunda-feira, 30 de maio de 2011

UMA LINDA MULHER.

POBRE BRASIL VERMELHO

Senador diz que bancada do PMDB não assinará CPI contra Palocci

Eunício Oliveira diz que acordo foi feito durante jantar com Temer.
Ministro da Casa Civil aumento patrimônio em 20 vezes de 2006 a 2010.

Iara Lemos Do G1, em Brasília
O vice-presidente da República Michel Temer reuniu os senadores da bancada do PMDB para um jantar na noite desta segunda-feira (30).. (Foto: Dida Sampaio/Agência Estado) 
O vice-presidente da República, Michel Temer, reuniu os senadores da bancada do PMDB para
um jantar na noite desta segunda-feira (30).
(Foto: Dida Sampaio/Agência Estado)
O senador Eunício Oliveira (PMDB-CE) disse nesta segunda-feira (30) que a bancada do PMDB no Senado decidiu não assinar o requerimento de CPI na Casa para investigar ministro da Casa Civil, Antonio Palocci. Oliveira disse a jornalistas que o acordo foi firmado durante jantar nesta noite com o vice-presidente da Repúbica, Michel Temer.

Segundo o senador, o partido vai esperar uma manifestação do Ministério Público sobre a evolução patrimonial de Palocci.

“Conversamos sobre a CPI. O PMDB deve esperar a decisão do Ministério Público. O PMDB já tinha esta intenção [de não assinar], mas tinham alguns senadores que tinham a intenção. Mas ficou acordado que não vão assinar enquanto não houver manifestação do MP”, explicou Oliveira a  após jantar com a bancada do PMDB no Senado e o vice, no Palácio do Jaburu, em Brasília.
Arte denúncias Palocci 27/05 9h50 (Foto: Editoria de Arte / G1)
De acordo com o jornal “Folha de S.Paulo”, o patrimônio do ministro cresceu 20 vezes, nos quatro anos (2006-2010) do mandato de deputado federal. Na última sexta-feira (27), o ministro entregou explicações à Procuradoria-Geral da República sobre o aumento dos bens e o Ministério Público Federal do Distrito Federal (MPF-DF) informou que investiga desde a última terça-feira (24) a evolução do patrimônio de Palocci e as atividades da empresa de consultoria dele, a Projeto.

Temer recebeu senadores do PMDB para preparar a pauta do encontro da bancada com a presidente Dilma Rousseff, na quarta-feira (1). A reunião com Dilma foi anunciada depois de um encontro entre o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e os líderes partidários do Senado na última quarta-feira. "Será um almoço de confraternização", disse o senador do Ceará.

A reunião com Lula serviu para pedir “mais entrosamento” da base com o governo da presidente Dilma Rousseff, informou o líder do governo na Casa, Romero Jucá (PMDB-RR). No almoço com Dilma, o projeto do Código Florestal deverá ser um dos principais temas.

Ao todo, 16 senadores participaram do encontro com o vice-presidente na noite desra segunda-feira. Segundo Eunício Oliveira, a decisão dos senadores de não assinarem o requerimento da CPI contra Palloci mostra a unidade do partido.  "Não há crise instalada", disse o senador.

Oposição
Diante da dificuldade de reunir assinaturas para a abertura de uma Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) para investigar a evolução patrimonial do ministro-chefe da Casa Civil, Antonio Palocci, no Congresso, a oposição pode adotar a estratégia de propor uma investigação apenas no Senado, disse nesta segunda-feira (30) o líder do PSDB na Casa, Álvaro Dias (PR).

A estratégia deve ser posta em prática a partir de quarta (1), quando a oposição já terá uma análise do cenário em torno da colega de assinaturas. Para abrir uma CPI mista no Congresso, a oposição precisaria de 171 assinaturas na Câmara e de 27 assinaturas no Senado. Até esta segunda, o líder tucano tinha 18 assinaturas de senadores no requerimento. Na Câmara, no entanto, o número ainda é inferior a 100.

Atrito com Palocci
Na semana passada, durante os debates do Código Florestal na Câmara, o PMDB votou contra a orientação do governo. No dia da votação, na última terça (24),o ministro da Casa Civil, Antonio Palocci, conversou com Temer em nome da presidente e teria ameçado de demissão os ministros peemedebistas, conforme informou Cristiana Lôbo.

Nesta segunda-feira, Temer disse a ministros que participaram de uma reunião sobre conflitos fundiários que os atritos com o ministro estão “superados”, segundo informou uma fonte do governo.

Segundo a fonte do governo ouvida pelo G1, no mesmo dia Palocci pediu desculpas ao vice-presidente pelo tom da conversa.

LINDAS MULHERES NO FUTSAL.

Segunda-feira(30) em uma das quadras do QUADRIBODOMO muitas garotas treinando futsal.

O time do São Leopoldo treinava e entre as garotas estava a lindíssima modelo ELLANNE que joga no Boca Maldita.

ELLANNE na quadra não precisa jogar bem a sua beleza, sensualidade e humildade chama a torcida.

Vejam ELLANNE de todos os ângulos


Uma garota chamou a atenção do esporte do bom pela sua beleza, Crislane.

domingo, 29 de maio de 2011

CHEGOU PARA FICAR.

Agora em Parnaiba  ServiTUDO - Catálogo online

Agora Parnaíba conta com o mais completo Catálogo online de Empresas Profissionais de Serviços diversos, onde você encontrará tudo que procura em um único lugar. Se sua empresa ainda não está em nosso portal, ACESSE.

www.servitudo.com.br
fones - 9424 8840 e 9935 8173

E ontem(28) foi um lançamento do Catálogo online ServiTUDO no quinto andar do Hotel Delta, estiveram presentes ao lançamento muitas pessoas famoas da cidade de Parnaíba, entre elas estavm Raphael Kennedy(www.TI.9.net), Luiz Henrique(fotógrafo), Gilson e Iris(Acesso 343)Fumanchú e Eliane(Blog do Fumanchú), Pastor Sampaio, o secretário de Turismo de Parnaíba Arlindo Leão e outros.

Foi um lindo lançamento!!!
Sarah Alexandrino, Dorinha Sousa, Jany Sousa e Fábio Sousa
 Luiz Henrique, Fábio Sousa, Gilson e Raphael Kennedy
Fotos Fumanchú

CONVENÇÃO DO PPS.

Sábado(28) na Câmara Municipal de Parnaíba houve a Convenção do PPS.

O PPS(Partido Popular Socialista) elegeu a direção partidária para comandar os destinos do partido nos próximos dois anos.

Foi grande o comparecimento do público no  plenário da Câmara Municipal de Parnaíba, muitos políticos estiveram presentes de nossa cidade, do cenário nacional e muitas lideranças políticas.

Continua sendo a Presidente da comissão provisória do partido(PPS), a Vereadora Neta, a mesma pediu que as mulheres participem mais da política.

Teve um grandioso café da manhã para todos os presentes.

Maranhão, dando início a convenção
 Filiados do PPS, Teresinha e Nilson
 secretário de turismo, Arlindo Leão
 lideranças políticas
 vereadora Neta e o vice Prefeito Florentino Neto
 Vereador Gustavo Lima(presidente da câmara), Vereadora Neta(vice presidente da Câmara e presidente da comissão provisória do PPS) e o vice prefeito Florentino Neto.
vereador Beto e a vereadora Neta.
vereadora Neta e Arlindo Leão
vereadora Neta e lideranças políticas
deputado federal Paes Landim, vereador Gustavo Lima, vereador Neto e o vice prefeito Florentino Neto
Maranhão vice presidente da comissão provisória do PPS, vereador Gustavo Lima, vereadora Neta, deputado federal Paes Landim, vice prefeito Florentino Neto e André secretário do PPS
vereadores Neto e Ronaldo Prado
O grande público presente.
vice prefeito Florentino Neto
vereador Gustavo Lima, vereadora Neta e o deputado federal Paes Landim
vereador Cardoso
deputado Federal Paes Landim
Fotos Fumanchú