midads

sábado, 6 de abril de 2013

Grupo neonazista espancam idoso “negro tinha que morrer mesmo”



O eletricista José Donizete Santana de Oliveira, de 71 anos,que foi espancado por três jovens.

Segundo a polícia, eles têm tatuagens de cunho racista e a polícia paranaense informou que eles são suspeitos de integrar um grupo neonazista. “Ele falou que não gostava de negro e que negro tinha que morrer mesmo”

A vítima, que continua internada no Pronto-Socorro de Rio Claro (SP), teve traumatismo craniano e o estado de saúde é considerado estável. “Ainda é um pouco grave e ainda aguarda o resultado da tomografia. A cabeça foi a mais afetada e ele está bem machucado”
Durante o caminho, eles disseram frases de intolerância como ‘paulistas são todos burros’,  ‘os pobres tinham que morrer’ e que ‘não gostavam de velhos’.

Fonte: G1
Postar um comentário