FumanchúWebRádio

fan page

quarta-feira, 29 de março de 2017

Suspeito de matar empresário no Lourival Parente é preso em União

  • prisao-02.jpgFoto: Roberta Aline/Cidade Verde
  • prisao-09.jpgFoto: Roberta Aline/Cidade Verde
  • prisao-08.jpgFoto: Roberta Aline/Cidade Verde
  • prisao-07.jpgFoto: Roberta Aline/Cidade Verde
  • prisao-06.jpgFoto: Roberta Aline/Cidade Verde
  • prisao-05.jpgFoto: Roberta Aline/Cidade Verde
  • prisao-04.jpgFoto: Roberta Aline/Cidade Verde
  • prisao-03.jpgFoto: Roberta Aline/Cidade Verde
  • prisao-01.jpgFoto: Roberta Aline/Cidade Verde
Policiais da Delegacia de Homicídios prenderam, na tarde desta terça-feira (28), Sanatiel Abreu Rocha, 23 anos, indiciado como autor dos tiros que mataram o empresário Leandro César de Sousa Gonçalves, no último fevereiro. Ele é uma das cinco integrantes da suposta quadrilha que fez o assalto para roubar cerca de R$ 21 mil. O crime aconteceu no bairro Lourival Parente, zona Sul de Teresina (PI). 
Sanatiel estava foragido desde fevereiro e a família do empresário oferecia recompensa de R$ 2 mil para quem desse informações sobre o seu paradeiro. Através de denúncias anônimas, a Polícia Civil conseguiu identificar uma casa onde o ele estava escondido na casa de uma tia no povoado Campestre, zona Rural do município de União (PI). 
Na abordagem, o suspeito teria tentado reagir e foi baleado no tornozelo esquerdo. Aos policiais, ele contou que sua mãe escondeu a arma usada no crime. Dona Irene Abreu Rocha desmentiu. Ela disse que sabia que o filho estava foragido, mas que não o entregou ele por medo. 
"Eu não tenho nada a ver. Não escondi arma. Nao falei nada de onde ele tava porque no mundo de hoje até os filhos matam os pais", disse.
O coordenador da Delegacia de Homicídios, Francisco Baretta, Sanatiel Rocha tem em seus antecedentes criminais homicídio, roubo e tráfico de drogas desde a adolescência. "O Sanatiel foi quem atirou no empresário. Ele é a quinta pessoa que já foi presa envolvida neste crime", conta o delegado. 
A Polícia Civil já concluiu o inquérito da morte do empresário. Agora falta identificar a localização da irmã de Sanatiel, Yasmin Abreu Rocha, 20 anos, que também teria participação no crime. Todos os integrantes da quadrilha foram indiciados por latrocínio - roubo seguido de morte. 
Leandro Gonçalves, 37 anos, foi morto a tiros nas proximidades de um depósito de bebidas. O empresário ainda conseguiu atropelar um dos suspeitos, que estava em uma moto. Francisco das Chagas Oliveira Filho ficou ferido e foi internado no Hospital de Urgência de Teresina (HUT). 
Izabella Pimentel (especial para o Cidadeverde.com)
Fábio Lima (da Redação)
redacao@cidadeverde.com
Postar um comentário