FumanchúWebRádio

fan page

segunda-feira, 29 de maio de 2017

Condenado por latrocínio, motorista do Uber é preso em hotel de luxo no Rio

Extra
Motorista dos aplicativos Uber e Cabify, Henrique Douglas de Oliveira Reis, de 27 anos, foi preso, nesta segunda-feira, por policiais da Delegacia Especializada em Armas, Munição e Explosivos (Desarme) e da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core) num hotel de luxo na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio. Conhecido como Galeguinho, ele havia sido condenado por latrocínio (roubo seguido de morte) e estava foragido.
O motorista estava foragido
O motorista estava foragido Foto: Reprodução
Segundo a polícia, o crime ocorreu em 2010 na localidade de Recanto das Emas, no Distrito Federal (DF). Na ocasião, duas pessoas foram baleadas durante um assalto a residência, e uma delas morreu. Contra Henrique, havia um mandado de prisão em aberto com a condenação de 18 anos e 8 meses de reclusão no regime fechado.
Vítimas eram mãe e filho

As vítimas do latrocínio pelo qual Henrique foi condenado eram mãe e filho. Os dois moravam na Quadra 13 e tiveram a casa invadida por dois homens — Henrique e um cúmplice. A dona de casa Glória Maria, de 49 anos, e seu filho, à época com 14, foram alvos de disparos dos assaltantes. A mulher morreu horas depois. Já o jovem foi ferido na mão.
Postar um comentário