FumanchúWebRádio

fan page

Federação das Industrias do Estado do Piauí

Federação das Industrias do Estado do Piauí

quarta-feira, 10 de maio de 2017

Dentista revela como matou namorado em Santa Catarina "Eu dei umas facadas nele. Ele, mesmo esfaqueado, veio para cima de mim", contou a dentista em depoimento à polícia

A dentista Jaqueline Amboni, de 33 anos, contou detalhes de como matou o namorado, Valcionir da Rosa, de 26, em Forquilhinha, no Sul de Santa Catarina.
Em depoimento, ela explica que tentou se defender do companheiro. No entanto, a polícia acredita que ela tenha planejado o homicídio por medo das ameaças que sofria dele.
De acordo com a RBS TV, o Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) denunciou a mulher por homicídio qualificado por motivo fútil.
O crime aconteceu na noite de 7 de dezembro de 2015. "Ele me bateu e pegou nos óculos, e aí machucou a mão dele. No que ele foi olhar a mão, eu dei um chute no meio da perna dele, saí correndo, fui na cozinha pegar uma faca e fui me trancar para dentro do quarto. Só que é tudo muito perto, não deu tempo de chegar no quarto, ele já estava atrás de mim", relatou em depoimento à polícia.
"Ele ligou a televisão e colocou num canal pornográfico. E ali eu fiquei num canto, encolhida. Daí ele assim: 'agora é a nossa vez!', e pegou e veio pra cima de mim", continuou.
"Aí ele veio, daí eu dei umas facadas nele. Ele, mesmo esfaqueado, veio para cima de mim. E aí eu dei mais algumas, não sei quantas, e aí ele ficou caído ali entre a porta do banheiro e o meu quarto".
Jaqueline também contou que o namorado batia nela com frequência, e ela já tinha prestado queixa à polícia.
Segundo a reportagem, a polícia investiga a hipótese de que a dentista drogou o namorado e só então cometeu o homicídio, porém, a dentista afirma que não premeditou o crime.
Postar um comentário