Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR), o homem da mala de Temer, foi gravado pela Polícia Federal sugerindo que poderia influenciar o ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal, para retardar o ritmo das investigações contra integrantes do governo.
Rocha Loures foi indicado por Michel Temer ao empresário Joesley Batista, da JBS, como seu homem de confiança e flagrada cerca de um mês depois recebendo da empresa uma mala com R$ 500 mil em propina.
O áudio da conversa entre Loures e o diretor da J&F Ricardo Saud, responsável pela entrega da mala de propina, foi divulgado pelo portal Poder360. Confira abaixo a transcrição: