FumanchúWebRádio

fan page

sexta-feira, 19 de maio de 2017

Escândalo milimetricamente preparado?

República de Curitiba

Joesley
Por Claudia Wild
Acabo de ouvir o tal “bombástico áudio“ envolvendo o presidente e o criminoso Joesley Batista.
1. A princípio a relação dos dois mostra uma abusiva intimidade e expõe o que a imundície socialista do “capitalismo” de compadres fez com o Brasil. Temer não deveria JAMAIS manter relações pessoais ou institucionais com um tipinho como aquele. Um empresário que foi construído por Lula e para o seu projeto de poder.
2. A conversa – do ponto de vista técnico – não mostra um centésimo da gravidade que a imprensa e a esquerda tentam passar ao Brasil, apesar de ser moralmente reprovável.
3. A parte com relação ao aval para continuar comprando o suposto silêncio do réu condenado na Lava Jato, Eduardo Cunha, é ABSOLUTAMENTE inconclusiva e em nenhum tribunal sério do mundo seria capaz de levar à uma condenação. A interpretação deste trecho poderá ser usada em favor de Temer. Para uma condenação seria necessário a clareza nos dizeres e sua inequívoca intenção ( é assim que manda a lei e o direito).
4. Especula-se que Temer poderia ter prevaricado, já que o goiano jeca espertalhão da JBS confessa alguns ilícitos e por isso, deveria ter sido prontamente denunciado. Entretanto, há inclusive entendimento em sentido contrário, que aceita a tese da não necessidade da prática do ato de ofício ( no caso, denunciar o marginal) por parte do agente público, se ele por exemplo tiver dúvida da existência do fato. Isto fulminaria a ocorrência do crime em tela.
5. A rapidez com que toda a trama foi desenvolvida é suspeita. O método usado é questionável, pois a prova foi produzida de forma clandestina. A postura do jeca espertalhão em tirar proveito da delação mostra que tudo estava sendo arquitetado e para que ele não “perdesse“ tanto dinheiro.
6. Temer não é santo e nem ingênuo, errou feio e deve responder por seus atos. Se usarmos a mesma régua dos tempos lulopetistas, esta conversinha de bêbados em final de noite não teria tido 1% da repercussão que teve. Ela é moralmente reprovável, mas do ponto de vista penal é praticamente inócua.
7. Fachin errou mais feio ainda! Não poderia ter retido a porcaria do áudio ou ter criado esta enorme celeuma em torno da tal prova, que é clandestina. Informações muito mais graves são mencionadas na delação do elemento matuto. Ele informa que pagou propinas milionárias ( mais de R$ 6 milhões ) a Temer e desde 2010. Isto sim é capaz de derrubá-lo e mandá-lo para a cadeia, e não a inconsistência do áudio ora discutido.
8. O Brasil, em virtude deste “escândalo” – a que tudo indica, foi milimetricamente fabricado por facções rivais ao atual governo – sofreu um ataque irresponsável em sua já pouca credibilidade no mercado financeiro interno e externo, que trará consequências ainda mais graves em um momento de enorme desemprego, quebradeira e muita incerteza em relação ao futuro político da nação.
9. Temer deve e precisa responder judicialmente por seus atos, mas daí a dizer que ele precisa ser caçado e cassado pelo tal áudio seria forçar demais uma situação branda, em virtude até do que foi delatado contra ele. Provem o delatado, o recebimento das propinas e aí sim, teremos o justo e juridicamente aceitável.
10. O marginal jeca-tatu da roça lucrou milhões de dólares com a divulgação de suas falcatruas à custa do empobrecimento e agravamento da crise brasileira, e hoje, ao que consta, o capiau está em Nova Iorque desfrutando do capitalismo e suas delícias. Este deveria estar preso e incomunicável, que é para evitar que caia em tentação e compre mais políticos com nosso dinheiro.
11. Segundo divulgaram, o tal capiau também entregou os chefes do esquema que o tornou bilionário; o pai e a mãe dos pobres, a viva alma mais honesta do país e a mulher de passado limpo. Vamos ver qual será a reação da imprensa nacional! Apesar destes últimos delatados não estarem mais tecnicamente na ativa, podem ter arquitetado toda a nauseabunda situação para uma volta triunfante de seus pares ao poder. Precisamos dar a todos os marginais o mesmo tratamento. A seletividade nos faz questionar a veracidade e o interesse em se jogar o atual presidente na fogueira.
A que ponto chegamos! E lembrando: não temos bandido de estimação, mas comecem pelos chefes e mandantes dos crimes.
E aí PT? Onde estão os R$ 300 milhões que o jeca-tatu deu para vocês, ainda na Suíça?
Anúncios
Postar um comentário