FumanchúWebRádio

fan page

Federação das Industrias do Estado do Piauí

Federação das Industrias do Estado do Piauí

sábado, 6 de maio de 2017

Ex-policial militar acusado de matar esposa com 11 tiros vai a júri popular

O  ex-subtenente da Polícia Militar do Piauí Hugo Viana da Silva será julgado na próxima semana pela morte da esposa, ocorrida em 2014. A reunião do Tribunal do Júri está marcada para quarta-feira (10), às 9h da manhã, no fórum de Capitão de Campos, 126 quilômetros ao norte de Teresina (PI). O réu é acusado de assassinar Neylivia Oliveira da Costa Viana com 11 tiros
O crime ocorreu na noite de domingo de Páscoa, em 20 de abril de 2014, na cidade de Cocal de Telha. O assassinato teria sido motivado porque Neylivia quis romper o relacionamento com o ex-policial, a pedido da família dela. 
Depois de cometer o homicídio, o ex-policial se dirigiu até a casa do sogro, tido como pivô da separação do casal. O sargento João Alcântara de Carvalho Seixas, comandante do Grupamento de Polícia Militar (GPM) de Capitão de Campos na época, tentou impedir e foi baleado em uma das pernas. Para tudo isso, o acusado usou uma arma da Polícia Militar.
Os jurados já foram convocados pelo juiz da comarca de Capitão de Campos, Sílvio Valois Cruz Júnior, que presidirá o tribual do  júri. 
No início deste mês, a Corregedoria da Polícia Militar negou recurso de Hugo Viana da Silva para que fosse revista a decisão que expulsou dos quadros da corporação. 
Relembre o caso na reportagem da TV Cidade Verde:

Fábio Lima
fabiolima@cidadeverde.com
Postar um comentário