FumanchúWebRádio

fan page

sexta-feira, 19 de maio de 2017

URGENTE: Laudo do MPF diz que gravação não foi editada

URGENTE: Laudo do MPF diz que gravação não foi editada
O MPF produziu quatro laudos de “verificação de gravação do arquivo de áudio” nas gravações entregues pelo empresário Joesley Batista no acordo de colaboração premiada assinado com a Procuradoria-geral da República e homologado pelo ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF).
Para a analista Elaine Sobral e para o técnico Eder Gabriel, ambos do Ministério Público da União, o diálogo do arquivo PR1 14032017.wav, que contem a gravação da conversa entre Temer e Joesley, “encontra-se audível, apresentando sequência lógica”.
A questão sobre a qualidade e possível veracidade da gravação foi levantada pelo Palácio do Planalto, que decidiu fazer perícia no material para descobrir se houve algum tipo de edição no conteúdo que pudesse desvirtuar o contexto e os temas que foram abordados na conversa.
A informação é da revista Exame. 
Postar um comentário