Herman Benjamin, ministro do TSE relator do processo que pode cassar a chapa Dilma/Temer, fez nesta terça-feira 6 uma dura avaliação do sistema político brasileiro e afirmou que também cabe à Corte trabalhar pelo respeito à democracia.
A declaração foi dada no primeiro dia do julgamento da chapa Dilma-Temer, durante embate com o presidente do TSE, ministro Gilmar Mendes. 
Depois de Benjamin sinalizar que deve votar pela cassação da chapa, Mendes pediu a palavra e disse que o tribunal “cassa mais mandatos que a ditadura”. 
Diante da provocação, Benjamin rebateu: “As ditaduras cassavam e cassam quem defende a democracia. O TSE cassa quem vai contra a democracia.”
Assista o vídeo: