FumanchúWebRádio

fan page

Federação das Industrias do Estado do Piauí

Federação das Industrias do Estado do Piauí

sábado, 24 de junho de 2017

Amigos de Iarla fazem caminhada contra feminicídio

  • caminhada06.jpgTV Cidade Verde
  • caminhada05.jpgTV Cidade Verde
  • caminhada04.jpgTV Cidade Verde
  • caminhada03.jpgTV Cidade Verde
  • caminhada02.jpgTV Cidade Verde
  • caminhada_mae_de_iarla.jpgTV Cidade Verde
  • caminhada_01.jpgTV Cidade Verde

Familiares e amigos da jovem Iarla Lima Barbosa saíram em caminhada pelas ruas de Teresina neste sábado (24) pedindo paz e ações de combate ao feminicídio. Iarla foi assassinada na madrugada da última segunda-feira, aos 25 anos, pelo namorado, o oficial do exército José Ricardo da Silva Neto, de 22 anos.
O oficial atirou quatro vezes contra a jovem e feriu outras duas mulheres, durante uma crise de ciúmes. A irmã de Iarla, Ilana, levou um tiro de raspão na cabeça. A família da vítima foi até a Ordem dos Advogados do Piauí pedir apoio no processo de acusação de José Ricardo e pediu o apoio da instituição na caminhada, que começou às 8h, no cruzamento da Av. Higino Cunha com a Miguel Rosa, e seguiu pela Avenida Frei Serafim. A irmã de Iarla participou do evento. 
Somente neste mês de junho, 3 casos de violência contra mulheres ganharam repercussão em todo o Piauí. De acordo com o Núcleo da Mulher em Situação de Violência, todos os meses, há uma média de 32 pedidos de medida protetiva. No entanto, raros são os casos em que a vítima consegue denunciar.
 
Entenda o Caso
José Ricardo da Silva Neto é tenente do Exército Brasileiro e acusado de matar a estudante Iarla Lima Barbosa, com quem namorava há uma semana, na madrugada da última segunda-feira (19). O crime aconteceu após o tenente, a namorada, a irmã da vítima e uma amiga saírem de um bar localizado na Avenida Nossa Senhora de Fátima, na Zona Leste de Teresina.
No carro, o tenente teria tido uma crise de ciúmes e atirado à queima roupa contra a jovem e contra as outras duas mulheres. Iarla morreu ainda dentro do veículo, enquanto Ilana Lima Barbosa e Joseane Mesquita pularam do carro em movimento para fugir dos disparos. Ilana, irmã de Iarla, foi baleada de raspão na cabeça, enquanto Joseane, amiga de Iarla, foi atingida por um tiro no braço direito. As duas passam bem.
Após matar a namorada e ferir as outras duas jovens, José Ricardo teria ido para seu apartamento na zona leste, levando consigo o corpo da Iarla dentro do veículo. Em casa, o tenente atirou contra a própria perna e horas depois foi detido pela Polícia Militar.

Estudante foi morta pelo namorado na madrugada de segunda (19)

Jordana Cury
jordanacury@cidadeverde.com
Postar um comentário