FumanchúWebRádio

fan page

Federação das Industrias do Estado do Piauí

Federação das Industrias do Estado do Piauí

quinta-feira, 22 de junho de 2017

‘Jaguncismo’ contra a imprensa independente

Hoje, através do amigo editor José Tolentino, tomei conhecimento de que Sua Excelência, Gilmar Mendes, ministro do Supremo Tribunal Federal, decidiu processar o Jornal da Cidade Online, por conta de três artigos de opinião publicados, um deles de minha autoria.
No texto, recorri ao Novo Código de Processo Civil e ao Código de Processo Penal para arguir a suspeição de Gilmar Mendes naquela espúria concessão de Habeas Corpus ao empresário Eike Batista, ocasião quando revelei o fato de que a esposa do ministro é sócia do advogado Sérgio Bermudes, que defende o réu beneficiado pela decisão monocrática de Gilmar. Entendo, inclusive, ser caso para pedido de impeachment do ministro do STF (veja aqui).
Logo após a publicação viralizar nas redes sociais, os maiores veículos de comunicação do país confirmaram o fato e publicaram a notícia (Folha de S.Paulo, O Globo, Estadão, Revista IstoÉ, etc.), incluindo um artigo duríssimo de José Roberto Guzzo na revista Veja.
Resumo da ópera: Gilmar Mendes quer que o Jornal da Cidade o indenize em R$ 100 mil por supostos ‘danos morais’, ainda que ele próprio tenha confirmado em nota oficial aquilo que era o teor dos artigos agora questionados. É a estratégia do ‘jaguncismo’, como citado certa vez pelo então ministro Joaquim Barbosa.
Bom, fazer o quê, né?! Para alguém que chancelou aquele julgamento no TSE absolvendo os réus por excesso de provas (como bem escreveu Renata Lo Prete), não admira que queira condenação pela ausência delas.
No fundo, sinto-me honrado pela citação nos autos do processo. ‘Modéstia às favas’!
Sigamos em frente...
Helder Caldeira
Postar um comentário