FumanchúWebRádio

fan page

Federação das Industrias do Estado do Piauí

Federação das Industrias do Estado do Piauí

segunda-feira, 5 de junho de 2017

Mulher é morta a tiros pelo ex-marido que não aceitava separação

Rosielma Sousa foi mais uma piauiense vítima de feminicídio. A mulher foi assassinada na noite de ontem (4) e o suspeito é o ex-marido - identificado como Vailson. O crime ocorreu na Praça Pública, localizada no Centro de Curral Novo do Piauí (466 km de Teresina).
Segundo o sub comandante de policiamento de Paulistana, capitão Antônio Milton, a família relatou que ela já havia recebido ameaças do ex-companheiro. 
O pai de Rosielma contou que a filha nunca havia relatado aos familiares ter recebido ameaças, mas amigos contaram à família que o ex-marido estaria perseguindo a vítima. Ela não chegou a realizar denúncia. 
De acordo com o capitão, testemunhas viram a vítima correr após ouvir um disparo. O suspeito teria perseguido Rosielma e disparado um tiro pelas costas.
"Nesse momento ela caiu e ele disparou mais três vezes", disse o capitão. "O motivo teria sido porque ele não aceitava a separação", completou.
A polícia militar realiza diligências para prender o homem em flagrante - o crime aconteceu por volta das 20h de ontem. O casal ficou junto por cerca de quatro anos e havia se separado recentemente. Rosielma e Vailson não tinham filhos. 
Nas redes sociais, amigos e familiares comovidos deixam mensagens de despedida e se mostram revoltados com o assassinato de Rosielma. 

Maria Romero
redacao@cidadeverde.com
Postar um comentário