FumanchúWebRádio

fan page

Federação das Industrias do Estado do Piauí

Federação das Industrias do Estado do Piauí

terça-feira, 6 de junho de 2017

Polícia procura comerciante do Mocambinho desaparecido há 9 dias

Marco Aurélio desapareceu há nove dias
A Polícia Civil tenta esclarecer o desaparecimento do comerciante Marco Aurélio de Sousa Medeiros, 32 anos, que sumiu há exatos nove dias da frutaria onde trabalhava. Para familiares, causa estranheza o fato de, dois dias após o sumiço, ter sido realizado movimentação financeira em sua conta bancária. O titular do 9° DP, Erisvaldo Machado, solicitou imagens do banco para descobrir quem fez o saque. 
"Se foi ele quem sacou, para a polícia o caso está elucidado. Se não, vamos prosseguir com as investigações. Solicitamos imagens do banco para esclarecer o que aconteceu. A quantia sacada ainda não foi revelada pela agência dele", disse o delegado.
Familiares e amigos estão sendo ouvidos do distrito policial. A tia Elizabeth Medeiros conta que o sobrinho sumiu apenas com a roupa do corpo. 
"Emocionalmente, ele não estava abalado. No domingo, 28 de maio, ele fechou a frutaria e sumiu. Estamos todos preocupados, pois nunca mais tivemos notícias dele. Ninguém tem tranquilidade. Ele nunca havia sumido…não tem nenhum tipo de vício", disse a tia. 
O telefone de Marco está desligado. A motocicleta dele (placa NQS-9590, cor azul) não foi localizada. 
O desaparecido era o dono de uma frutaria na Vila Mocambinho e também servidor público. Ele trabalhava como auxiliar de serviços gerais em uma escola no bairro Alto Alegre, zona Norte da Capital.
Informações sobre o comerciante podem ser repassadas pelo 86 3216-5290.
Outro desaparecido
Outra pessoa que também está desaparecido é Marco Antônio de Oliveira, que mora no bairro Vermelha, zona sul e sumiu no domingo(04). Ele morava com os pais e seu celular foi rastreado em uma casa em Timon, mas a polícia teria ido até o local que estava abandonado. 
Quem souber alguma informação sobre o paradeiro de Marco Antônio ligar para o seu local de trabalho: R. Damásio - 3131-8300.


Graciane Sousa
gracianesousa@cidadeverde.com
Postar um comentário