Gleisi Hoffmann (PR), foi eleita nova presidente do PT, com 60% dos votos. Lindbergh Farias (RJ), ficou em segundo lugar, com 38% dos votos dos delegados.
Gleisi substitui Rui Falcão no cargo e exercerá a função por dois anos. A eleição contou com o voto de 596 delegados e ocorreu no 6° Congresso Nacional do PT, que contou com a presença dos ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff. Ela será a primeira mulher a presidir o partido.
Gleisi, que teve seu marido delatado por Palocci, era a candidata de Lula, e afirmou que o partido não fará autocrítica porque não quer fortalecer o discurso de seus adversários. Reunido em seu 6º Congresso, o PT era cobrado, inclusive por setores à esquerda do partido, a reconhecer supostos erros, como o envolvimento em escândalos de corrupção e alianças com partidos como o PMDB.