FumanchúWebRádio

fan page

terça-feira, 6 de junho de 2017

Universidade de Pernambuco vai elaborar as provas do concurso da PM do Piauí


Acabou o mistério. A Universidade Federal de Pernambuco (Ufpe) é a instituição que será responsável pela elaboração das provas do concurso da Polícia Militar do Piauí. A informação foi confirmada agora há pouco pelo reitor da Universidade Estadual do Piauí (Uespi), Nouga Cardoso. 
O concurso da PM foi anulado após a confirmação de vazamento de cinco questões da prova de português. Mais de 32 mil inscritos esperaram a realização das provas, que foram remarcadas para o dia 09 de julho.
Inicialmente foi ofertada 400 vagas para o cargo de soldado, já no novo edital conta com 480 vagas. Lembrando que desse total, 10% serão reservadas a candidatos do sexo feminino.
O Núcleo de Concursos e Promoção de Eventos (Nucepe) continuará coordenando o  certame. O salário inicial é de R$3.100,00. De acordo com o edital de concurso PM/PI 2017, as oportunidades são destinadas as cidades de Parnaíba, Floriano, Picos, Corrente, Avelino Lopes, Uruçuí, São Raimundo do Nonato, Piripiri, Oeiras e Bom Jesus.
"Nós alteramos o modelo anterior, das provas serem elaboradas em Teresina, assim como eram feitas todas as cópias, agora por uma questão de logística e tempo optamos para contratar esse serviço fora do Estado. A Universidade Federal de Pernambuco que irá fazer as provas. É importante dizer que essa instituição há muito tempo já colabora com o Nucepe", informou o reitor. 
Reforço de segurança
Ao realizar as provas objetivas no mês passado, a Polícia distribuiu 250 homens ostensivamente para evitar a atuação de fraudadores. Desta vez, a Polícia Militar anunciou que serão colocados mil homens.
O reitor voltou a confirmar que o candidato não leve aparelho de celular ou qualquer meio de transmissão de dados no dia da prova.
"Que o candidato leve apenas o que vai usar no dia da provas que é a caneta esferográfica e os documentos de identificação. Qualquer coisa a mais que o candidato leve trará um problema a mais para ele", ressaltou o reitor.

Flash Yala Sena
yalasena@cidadeverde.com
Postar um comentário