FumanchúWebRádio

fan page

terça-feira, 11 de julho de 2017

ABSURDO: MPF de Brasília arquiva inquérito contra Lula

O procurador Ivan Marx, de Brasília, arquivou um inquérito contra o petista Luis Inácio Lula da Silva. Ele era investigado por obstrução de Justiça, a partir dos depoimentos de Delcídio Amaral.
Em depoimento, em fevereiro deste ano, em Brasília, o ex-senador Delcídio do Amaral contradisse o seu relato anterior durante delação premiada e afirmou que já estava em contato com a família do ex-diretor da Petrobras, Nestor Cerveró, desde janeiro de 2015. A data é, portanto, muito anterior à reunião que havia dito ter tido com Lula em maio daquele ano.
Era nesta mesma ação, que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva era acusado de obstrução, por supostamente, de acordo com delação premiada de Delcídio, ter conversado com o ex-senador que trabalhasse para que Cerveró não assinasse um acordo de delação.
Delcídio falou que não se lembra se foi ele ou Lula quem marcou a reunião de maio, nem a data exata da conversa, que teria acontecido em uma sexta-feira.  Segundo o ex-senador, só os dois estavam na sala. O assunto Cerveró teria surgido em dado momento, mas o ex-senador não sabe quem o mencionou, se ele ou Lula. “O assunto sobre a família Cerveró surgiu na conversa (com Lula). E eu disse que eles estavam enfrentando dificuldade, e que uma alternativa era tentar atendê-los de alguma maneira. Lula disse que estava muito preocupado com a família Bumlai, e disse ‘veja o que você pode fazer’ sobre a família Bumlai. E eu imediatamente contatei o Maurício Bumlai (filho de José Carlos Bumlai).”
Se o caso estivesse com a Lava Jato de Curitiba, dificilmente ele seria arquivado.
Postar um comentário