FumanchúWebRádio

fan page

quinta-feira, 13 de julho de 2017

Após ser raptada e agredida, jovem grávida tem olhos e boca colados O caso aconteceu em Campina Grande quando a vítima ia ao hospital e foi surpreendida por três

Uma jovem de 21 anos grávida de oito meses foi mais uma vítima da violência em Campina Grande, na Paraíba. Ela saía para buscar um medicamento em um posto de saúde quando foi surpreendida por três homens em um carro. A mulher, que pediu para não ser identificada, foi levada pelos suspeitos, espancada e teve os olhos e boca colados com cola instantânea.
“Tive medo de morrer, de não puder mais ver meus pais, meus familiares”, disse, em entrevista ao G1, a jovem, que já passou por duas sessões de atendimento no Hospital de Trauma de Campina Grande, mas ainda está com cerca de 10% da cola nos cílios. Segundo a reportagem, o bebê está fora de perigo e ela não corre o risco de fica cega.
Na noite do crime, que aconteceu na última terça-feira (11), ela lembrou que, depois de ser raptada, foi levada para um terreno baldio. “Eles [três homens] pararam e perguntaram alguma coisa, mas eu não entendi. Eles me pegaram pelo cabelo, me jogaram dentro do carro e começaram a bater e mim, nas minhas costas. Eu fiquei abaixada protegendo minha barriga e chorando”, disse a vítima.
Ela ainda acrescentou que não conseguia enxergá-los após colocarem a cola nos olhos. “Eles me falaram um monte de coisas, mas eu não lembro. Na hora, um deles abriu a cola e colocou no meu olho. A cola foi secando e queimando. Queimou muito quando eles colocaram”, conta a mulher, que foi socorrida e levada para o hospital.
O caso está sendo investigado pela Polícia Civil, mas, até as 19h dessa quarta-feira (12), nenhum suspeito foi localizado.
Postar um comentário