O ex-presidente da Câmara, Eduardo Cunha, confessou ter recebido 5 milhões de reais das mãos de Joesley Batista, no aeroporto de Jacarepaguá. A informação corrobora com a delação do empresário da JBS. 
Segundo a Veja, ele contou à PGR que o pagamento foi feito por ordem de Michel Temer, em troca de seu silêncio.
Joesley gravou conversa com Michel Temer, na qual eles tratavam sobre o assunto. O presidente não tem como negar que disse a frase: "Tem que manter isso".