FumanchúWebRádio

fan page

Federação das Industrias do Estado do Piauí

Federação das Industrias do Estado do Piauí

quarta-feira, 5 de julho de 2017

Janot pede ao STF abertura de inquérito contra José Serra A ação é baseada na delação de Joesley Batista, dono da JBS, que afirma ter doado R$ 20 milhões para a campanha presidencial do senador

metrópoles - SARA ALVES
Daniel Ferreira/Metrópoles
O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, solicitou ao Supremo Tribunal Federal (STF) abertura de inquérito para investigar o senador José Serra (PSDB-SP). O pedido é baseado na delação dos empresários da JBS. A Procuradoria-Geral da República já tinha protocolado o pedido na semana passada, mas nesta quarta-feira (5/7) o processo foi divulgado no site do STF.
O empresário Joesley Batista, um dos donos do grupo empresarial, afirma que doou um total de R$ 20 milhões para a campanha presidencial de Serra em 2010. No entanto, somente R$ 13 milhões foram declarados à Justiça Eleitoral. Na época, Serra concorreu com Dilma Rousseff e ficou
em segundo lugar na disputa.
O montante não declarado teria sido repassado por meio de emissão de notas fiscais falsas. Sendo R$ 6 milhões simulando a compra de um camarote de Fórmula 1, pela LRC Eventos, e o restante por uma empresa de pesquisa. Além de pedir a abertura do inquérito, Janot solicitou sorteio de um novo relator para o caso.
DefesaA assessoria de comunicação do senador divulgou nota afirmando que a campanha ocorreu dentro da legalidade. “O senador José Serra reitera que todas as suas campanhas eleitorais foram conduzidas dentro da lei, com as finanças sob responsabilidade do partido. E sem nunca oferecer nenhuma contrapartida por doações eleitorais, como, aliás, confirma o senhor Joesley Batista”, diz o texto. (Com informações da Agência Estado)
Postar um comentário