A Polícia Civil prendeu, nesta terça-feira, 4, a advogada e jornalista paulista, Luana de Almeida Domingos, conhecida como Luana Don, de 32 anos. Ela é acusada de integrar a facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC).
Segundo a investigação, Don é responsável por transmitir as ordens dadas pela cúpula da organização criminosa nos presídios.
A prisão foi feita por agentes da Delegacia Especializada em Armas, Munições e Explosivos (Desarme), com apoio da Polícia Civil de São Paulo. 
Luana foi encontrada no litoral norte de São Paulo, em Ilhabela, e estava escondida na casa de uma prima. Ela era a criminosa mais procurada do Estado de São Paulo, com recompensa de R$ 50 mil por informações que levassem ao seu paradeiro.
Assista o momento da prisão: