FumanchúWebRádio

fan page

sábado, 8 de julho de 2017

Tentativa de roubar arma de vigia termina em tiroteio na Uespi

  • tiro-no-vidro.jpgPortal Costa Norte
  • facoe.jpgPortal Costa Norte
  • balaços-2.jpgPortal Costa Norte
  • munição.jpgPortal Costa Norte
  • balaços-1_(1).jpgPortal Costa Norte
Um tiroteio assustou estudantes do prédio da Clínica Escola de Odontologia da Universidade Estadual do Piauí (Uespi), em Parnaíba, a 318 km de Teresina. Por volta das 11h30 dois homens tentaram roubar a arma do vigilante e houve troca de tiros na entrada do prédio deixando marcas de bala e estilhaços de vidro espalhados no local.
O diretor da Uespi  em Parnaíba, Eyder Franco, contou que o vigilante conseguiu se esconder e os bandidos chegaram a efetuar disparos dentro do prédio. "Ele deixou um na moto do lado de fora e entrou. Logo que chegaram já anunciaram o assalto dizendo para ele baixar a arma. Em seguida ao perceber que outro vigilante estava atento eles atiraram, o vigia conseguiu se esconder atrás da parede e atirou. Eles ainda entraram e dispararam outras vezes dentro do prédio, mas felizmente não havia ninguém passando no momento", descreve o diretor.
Segundo Eyder, o horário escolhido pelos bandidos é de pouca movimentação na unidade. Após a tentativa de assalto os dois fugiram de moto. A Polícia Militar tomou conhecimento do caso e realizou diligências logo após o crime, mas até o momento ninguém foi preso.
Eyder acrescenta que nesta quinta-feira (06) a arma de um dos vigilantes da Universidade Federal do Piauí também havia sido roubada."Felizmente não haviam pessoas no momento dos tiros. Uma moça teve um corte lá mas foi por conta de um estilhaço de vidro, não tivemos feridos a bala. ", planeja Eyder. Segundo o diretor foi encaminhado um ofício a PM solicitando mais rondas para a região e serão instalados portões para acesso ao prédio. " Vamos providenciar agora o reparo da porta e um reforço na segurança do local. Estamos consultando uma empresa de vigilância para nos orientar em termos de infraestrutura", concluiu.
Rayldo Pereira
rayldopereira@cidadeverde.com
Postar um comentário