FumanchúWebRádio

fan page

quinta-feira, 3 de agosto de 2017

Ela pagou um café a um mendigo, quando ele vai embora deixa este bilhete!

Uma jovem estudante, como de costume estava seguindo seu caminho naquela manhã fria, e apesar de apressada, não podia deixar de tomar o café, como fazia todos os dias.
Andando apressada pela calçada, ela viu um mendigo que pedia para as pessoas algumas moedas. Observou que ele batia nas janelas das lojas esperando que alguém o desse uma moeda.
Casey seguiu adiante até a cafeteria que ficava logo na esquina, e enquanto esperava na fila, continuou observando o homem.
Fez seu pedido habitual e sentou-se na mesa para esperar o café.
O homem que perambulava pelas rua, parou em frente ao café e observava os preços contando as moedas que havia recebido das pessoas. Casey levantou-se da mesa e se aproximou do homem que de começo foi bem frio, achando estranho sua presença ali.
Casey mostrou cordialidade e ofereceu-lhe um café com torradas, e ele aceitou de imediato.
Os dois começaram a conversar, e a conversa durou um bom tempo. Ele curioso lhe fazia diversas perguntas, ela pacientemente e se sentindo descontraída respondia todas.
Casey observava o homem, totalmente sujo, com roupas bem surradas e que tinha um tom de voz bem baixinho, parecendo assustado.
Durante a conversa, Casey conheceu um pouco daquele homem, que a contou sobre sua vida, seus pais. Contou-lhe que seu pai havia abandonado a família, e que sua mãe tinha morrido por causa de um câncer.
Sem perceber que o tempo passava, Casey viu que estava super atrasada para a aula, já havia se passado mais de uma hora. Então levantou-se da mesa e disse que precisava ir, despedindo-se do amigo. O mendigo percebeu o carinho da jovem, e começou a chorar, despedindo-se. Mas antes de Casey partir, ele lhe entregou um bilhete.
Enquanto Casey andava, ela abriu o pequeno pedaço de papel que havia recebido e então sentiu-se paralisada.
O bilhete dizia: “Hoje eu iria me matar… Mas graças à você, eu não farei isso. Eu agradeço, você é uma pessoa linda.”
Lembramos que o comparativo da pesquisa não exprime algum tipo de ideologia ou apologia a tal tema de responsabilidade do site, estamos apenas reproduzindo um conhecimento científico.
Vimos em: vaidarzebra.com e zipnoticias.com
Postar um comentário