G1 - Após quatro anos buscando provar sem sucesso a inocência de Marcelo Pesseghini, parentes do adolescente vão tentar levar à Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH) da Organização dos Estados Americanos (OEA) laudo dos EUA que aponta ter ocorrido manipulação em um vídeo que serviu para culpá-lo pela chacina da família em São Paulo. 
O objetivo é reabrir o caso, que foi arquivado e investigar se há outros suspeitos pelo crime.
Um detalhe em um dos vídeos da investigação chamou a atenção:
Relembre o caso: